Que o amigo seja para vós a festa da terra

27 junho 2007

A expressão que lhe pertence



















Alcochete 2006








Heraclito

I confini dell'anima, nel tuo andare, non potrai scoprirli,
neppure se percorrerai tutte le strade:
così profonda à l'espressione che le appartiene.

Giorgio Colli, La Sapienza Greca, Eraclito, Milano, gli Adelphi, 1996.


A fronteira da alma, no teu andar, não poderás descobrí-la,
nem se percorreres todos os caminhos:
assim profunda é a expressão que lhe pertence.

2 <:

Anónimo disse...

"Durante toda a vida, sempre possuímos apenas o presente, nada mais."

Schopenhauer

Sara disse...

...Um devir que nunca se deixa agarrar na sua fuga constante. Possuímos apenas o presente e nada mais, é certo, somos nesse devir. Mas não o teremos só como virtual, já passado no mesmo instante em que julgamos captá-lo?

Categorias

Condições de Reutilização

spintadesign

Free Blog Counter